Mulher
na praia

Quando leio a Lea

Ela me sai à francesa

Como se de viagem

Some em sua imagem

Mas é leal a Lea

Ela passa as tardes

Olhando o horizonte

Com a visão no mar

E o olhar distante

É sempre nesse instante

Que eu leio Lea amar

Viagens sonhadas

Com outros novos ares

Nas noites enluaradas

Pelos seus olhares

Sua vista é salgada

Marejada pela maresia

De tanto ela ver o mar

Lea é a mais pura poesia

Olha como Lea olha

E se molha de tanto olhar

O mar de amar