Mulher

e arara

As virtudes
São adornos
Um sinal gigante
O invisível notório
Vivo e gritante


Como animais
E pássaros ao redor
O brilho do olhar
É música em Sol Maior 


Quase sem se mexer
Basta um leve sorriso
Causa efeitos sísmicos
De alguém se perder 
Em silêncio, parece ter
No ombro uma arara
Pelo quanto escancara
Uma orquestra, você